Ouvir no iPhone
/ Ouvir no Android

DURANTE TEMPESTADE DE RAIOS HOMEM PODE TER SIDO ATINGIDO POR DESCARGA DE RAIO E MORRE NA ZONA RURAL DE MIRADOURO.

FB_IMG_15859604096883358João Gonzaga Teixeira, 48 anos, morador  da comunidade do Lambari, zona rural de Miradouro, morreu na tarde desta sexta, 03/04/20.

Segundo informações que chegaram à nossa redação,  a vítima popularmente conhecida como Joãozinho do Piquil estava mexendo com uma bomba de água enquanto trabalhava estava trovejando e relampejando  muito e ele pode ter sido eletrocutado por uma descarga de um raio ou pode ter encostado em uma redelétrica.

Joãozinho era uma pessoa muito trabalhadora e estava mechendo com uma bomba de água, quando teria dado um relâmpago forte, podendo ter atingindo a vítima.

Ele chegou rapaz a ser socorrido e levado  para o Pronto Atendimento de Miradouro, mas infelizmente, já chegou sem vida.

O corpo de Joãozinho foi encaminhando para o IML de Muriaé, onde será realizado os trabalhos de necropsia para apurar as causas da morte.

O sepultamento será neste sábado, a qualquer momento novas informações aqui, estamos apurando melhor o caso.

Há cerca de 15 dias a vítima jogou uma partida de futebol no campo na comunidade do Lambari, próximo de sua casa, enfrentando um time de pessoas da cidade. Nossos sentimentos aos familiares.IMG-20200310-WA0044

DISSEMINAÇÃO DE NOTÍCIAS FALSAS PODE LEVAR A PRISÃO.

 

Nos próximos dias, o responsável deve ser ouvido na delegacia acompanhado do advogado. “Infelizmente, em tempos de crise como a atual pandemia, muita solidariedade se dissemina, mas também temos problemas como as notícias falsas, que só prejudicam a sociedade”, ponderou o Chefe do 2º Departamento de Polícia Civil em Contagem, Delegado-Geral Rodrigo Bustamante.

Conforme apurações, a PCMG constatou que possivelmente o vídeo foi gravado durante horário de higienização do Ceasa ou quando não havia comercialização de produtos em andamento. Por meio de imagens de segurança, a Polícia Civil conseguiu identificar o momento em que o indivíduo gravava o vídeo, bem como o veículo que ele utilizou para chegar ao local. A partir dessas ações, a PCMG, por fim, identificou o suspeito, um trabalhador autônomo de 41 anos, que já foi intimado a prestar esclarecimentos perante a Polícia Civil. O homem não possui antecedentes criminais.

A tipificação exata do crime dependerá do andamento das investigações para ser definida. Inicialmente, o indivíduo deve responder pela contravenção de provocar alarme falso. “A depender da gravidade dos fatos, que podem levar ao desdobramento de nova investigação, o suspeito pode incorrer inclusive em crimes mais graves. Ainda estamos apurando”, adiantou o Delegado responsável pelo inquérito, Saulo de Tarso.

“O que nos chamou a atenção durante as apurações é que o lugar onde o vídeo foi gravado situa-se em um local do Ceasa conhecido como ‘a pedra’, onde os comerciantes fazem a negociação de verduras, frutas e diversos alimentos. Esse comércio começa de madrugada, por volta das 2h30 e vai até as 23h. Fora esse período, o local fica vazio, o que teria sido aproveitado pelo suspeito para a gravação do vídeo”, comentou o Delegado Regional em Contagem, Luciano Guimarães.

Bustamante ressaltou que as hipóteses levantadas de que a divulgação do vídeo serviria ao propósito de gerar uma possível instabilidade política e/ou econômica dependem do andamento do inquérito. “Ainda não descartamos nenhuma hipótese. Caso sejam comprovadas outras práticas criminais mais graves, o suspeito será devidamente responsabilizado”, finalizou.

ARMA DE FOGO É APREENDIDA NA ZONA RURAL DE FERVEDOURO.

APREENSAO DE FERVEDOUROMais uma arma de fogo apreendida em Fervedouro, foi nesta quinta- feira, 02 de abril, durante operação de Batida Policial, o sargento Silva, o cabo Ângelo, receberam  denúncia de um morador da zona rural  do córrego Boa Esperança, no qual afirmava que um cidadão possuía em sua casa uma arma de fogo.

Mediante a isto, os policiais foram até a residência do  indivíduo  e apreenderam uma arma de fogo ( uma espingarda cano curto, modelo antigo, polvoeira).

O auto foi conduzido até a Delegacia de Polícia Civil em Muriaé, onde o delegado determinou o pagamento de fiança, mas o autor não possuía o dinheiro, ficando acautelado no presídio do Safira à disposição da justiça. APREENSAO DE FERVEDOURO2

ESTUDIOSO ENVIA CARTA ABERTA A BOLSONARO SOBRE POSSÍVEL MEDICAMENTO NATURAL CONTRA CORONAVÍRUS.

proteção2Um morador do Espírito Santo, enviou para o Paulo Roberto da Rádio, uma carta aberta ao presidente Bolsonaro, veja:

Ao Gabinete da Saúde da Presidência da República.
Brasília-DF

“Senhores(as) responsáveis pela saúde desse país.

Meus mais respeitosos saudares.

Pelo que o esboço supra em anexo demonstra na atuação do Extrato de Própolis no protozoário malárico Plasmodium Falciparum, que é a forma mais grave da malária, poderíamos também usar desse mesmo expediente “in vitro” para vermos a sua atuação e consequente resposta ao COVID-19. Dia 20 de março,no Programa Brasil Urgente, o Brilhante jornalista Datena disse que um antimalárico em pesquisa pode curar o Covid-19. Me parece não ser do conhecimento do competente ancora da TV Bandeirantes,que existe um segundo antimalárico tão eficaz quanto a cloroquina. É sabido aqui e alhures que o extrato de própolis das abelhas é tanto antiparasitário na malária como também um potente antiviral no trato à dengue Não sendo nenhuma surpresa que um teste da própolis (in vitro) adicionada a uma célula infectada pelo COVID-19,venha a anibi-lo como o fez com o Plasmodium Falciparum.Isso posto,teríamos menos gastos hospitalares,menos infectados e consequentemente menos óbitos. caso consigamos provar sua eficácia, o Brasil passaria a ser o foco da atenção mundial.
Tudo isso poderá deixar de ser o sonho de muitos e se tornar realidade para o êxito sanitário no combate a mais essa infecção emergente, dependendo única e exclusivamente da boa vontade sanitária de Vossas Senhorias.
Cordialmente.”
Dr. Gilvan Barbosa Gama.
Apiterapeuta.
Piúma-ES
15/03/2020proteção

Em Novembro de 2019 nós tínhamos publicado uma matéria a respeito dele, veja:
GILVAN BARBOSA ENTREVISTADO DO JÔ 1992, TEM UM RECADO IMPORTANTE PARA OS INTERNAUTAS DO SITE PAULO ROBERTO DA RÁDIO.

Gilvan foi um dos entrevistados do Jô Soares em 1992 e na tarde desta quarta feira, 27/11/19, ele entrou em contato com o Paulo Roberto da Rádio para fazer um alerta aos nossos ouvintes e internautas, enviando um email com mais informações sobre a sua preocupação com a Dengue, que todos os anos mata algumas pessoas no Brasil. Veja:

“No Brasil,estamos no início da primavera e já às portas do verão de 2019/20, e começam a rarear os comentários na mídia sobre os mosquitos da dengue,graças ao frio ártico que aconteceu na região sul e sudeste até o mês passado. Eles,os mosquitos, se despediram do outono -verão,bronzeados e felizes levando com eles os incômodos e as mortes que aconteceram pela dengue, e que foram por mim anunciadas em email “fac simile”em meados de 2018.Reafirmo a partir de hoje, dia 27 de Novembro, que lá pela metade da segunda quinzena de Dezembro do corrente ano, até a enchente das goiabas em fins de Março de 2020, a dengue voltará a mostrar a sua face nefasta ainda mais virulenta e assassina que em ocorrências anteriores,como faz a cada verão,agora também com o Aedes Aegypti trazendo a Febre Mayaro na sua bagagem de assíduo veranista .

Não se trata de fake news. Faço essa previsão advertência de forma voluntária,com base nas evidências por descaso e negligência consentida que nos apresentam as nossas autoridades sanitárias em relação ao mosquito transmissor dessa febre infecciosa sazonal de todos os verões.

Onde ocorrerão os primeiros casos de dengue,chikungunya e zika que estou anunciando com tamanha antecedência?Afirmo sem vacilo e com absoluta convicção que a região mais atingida será o Estado do Rio de Janeiro pelos seus antecedentes sanitários e pela crônica carência de verbas,tanto na prevenção como na saúde pública estadual.Regiões limítrofes com o Estado do Rio de Janeiro poderão também ser atingidas pelos mosquitos,tais como as cidades do Sul do Estado do Espírito Santo e a Zona da Mata em Minas Gerais.

A região Sul do Brasil,principalmente o Estado do Rio Grande do Sul, está também no rol das possíveis visitas do mosquito Aedes Aegypti,no próximo verão, isso se as autoridades tanto de lá como as daqui, não se anteciparem ao mosquito na busca de uma solução séria e contínua para eliminar e evitar possíveis focos dessa praga alada chamada MOSQUITO DOS ÚLTIMOS DIAS.

Esquecem as nossas autoridades sanitárias,que a estrada BR-101, e outras que ligam o Brasil de norte a sul, Todas elas passam por inúmeras cidades, e é o caminho por onde, via rodoviária,os mosquitos transitam livres, leves e soltos,escolhendo as cidades por onde as rodovias passam, para nelas se instalarem.

Cabe também aos cidadãos dessas cidades e regiões de possíveis ocorrências, não deixarem de fazer também a sua parte na prevenção a toda e qualquer água parada, prevenindo e também eliminando tais focos .Se for o caso fazendo denúncia à Prefeitura de vizinhos relaxados e negligentes que não cuidarem do seu domicílio e entorno,aplicando multas pesadas.Empresas de ônibus devem dedetizar seus veículos. Caminhoneiros devem, da mesma forma,cuidar das cabines dos seus caminhões.Pequenas ações traduzem grandes resultados.

No Brasil, infelizmente a saúde está sempre em débito com o cidadão pela falta de cobrar educação sanitária tanto nas grandes como nas pequenas atitudes preventivas de seus cidadãos, com multas pesadas se for preciso.

A par disso,essa mesma Saúde, trata de forma curativa e não preventiva 90%de todas as doenças que acontecem. Espera-se pela doença acontecer para só então trata-la. Será que a classe médica não tem interesse em saúde preventiva?

As vezes não da tempo, morre-se por puro descaso sanitário, sempre no aguardo de prometidas soluções futuras que nunca acontecem.
Repassem esse e mail a tantas quantas pessoas puder, e se possível não o elimine do seu computador.

Ele será notícia atual em Março de 2020. É só guarda-lo para conferir o que já disse em 2018,e o que estou repetindo hoje, de forma enfática,prevendo o que está por vir.”

Cordialmente.
Dr. Gilvan Barbosa Gama
Piúma -ES

CONFIRA AS PROMOÇÕES DA FEIRA LIVRE DO AMIGÃO DA PAX JOSÉ SCHITINI:

SACOLAO Açúcar 5 kg 9.49/ Arroz patu sul 5 kg 11.75/ Canjiquinha Pereira 500g 0.99/ Macarrão barrila 3.10 / Macarrão sapore 1.75/ Óleo de soja veleiro 3.95/ Sal refinado Pereira 0.99/ Sardinha pescador 2.35 / Molho tomate pramessa sachê 0.89 / Tempero sabor ami 300g 3,45/ Tempero sabor ami 1 kg 10,75/ Achocolatado quatazinho 0.48/ Vinho galioto 4.6 lt 55.50 / Refrigerante tropical 2lt 2.49/

Pão Milena 2.49/ Biscoito polvilho muriae 80g 1.73/ Biscoito bauduco levíssimo cracker 200g 1.30/ Suco my frult 7.99/ Leite integral 2.49/ Creme de leite jussara 1.65
Leite condensado italac 2.99

Batata suja grande 2.15kg/ Maçã pequena 2.49 kg/ Cebola média 2.49/ Alho 16.25

Detergente limpol 1,29/ Sabão em pó omo 1.6 kg 14.49/ Creme dental clossap triple 1.59/ Papel hig toilet 12 rolos folha D.9.90/ Lã de aço Assolam 0.99/ Sabonete albany 0.99/ Água sanitária tuff 3.10

Carne de segunda 13.99/ Alcatra 19.99/ Contra/ filé 19.99/ Pernil 9.99/ Porco serrado 7.99/ Toicin 5.50 / Carne moída 12.49/ Linguiça suína 12.99/ Linguiça suína defumada 12.99/ Peixe Sardinha 6.99 kg / Peixe Cascudo 11.99 kg/ Peixe Tilapia 15.00 kg / Coxa sobre coxa 6.30/

Frango 5.49/ Mussarela fatiada 19.49/ Mussarela pedaço 17.99/ Bacalhau 29,99

Feira Livre do Amigão da pax José Schittini, lugar de comprar barato!

 

MURIAÉ POSSUI MAIS DE 100 CASOS SUSPEITOS DE CORONAVÍRUS

cidade de muriaeCasos confirmados somam três e descartados totalizam 15. Muriaé possui, nesta quinta-feira (2), 101 notificações ativas de coronavírus. Destas, 20 compreendem casos em investigação e 81 são de casos em observação, ou seja, aqueles casos leves de síndrome gripal monitorados pela Secretaria Municipal de Saúde.

O monitoramento destes casos se dá por telefone, conforme preconiza o Ministério da Saúde. Os 20 casos em investigação estão com amostras sendo analisadas pela Fundação Ezequiel Dias (Funed), o único laboratório do SUS em Minas Gerais que está realizando testes de Covid-19. Os resultados têm previsão de serem divulgados entre oito e dez dias úteis.

Importante frisar que, de acordo com normas técnicas da Secretaria de Estado de Saúde (SES), apenas os casos graves e hospitalizados de síndrome respiratória aguda grave têm as amostras analisadas. Porém, em todos os casos, com ou sem coleta de material, os cuidados estão sendo tomados como se fossem um caso positivo.

Dos 20 casos sob investigação, cinco não residem em na cidade – três pacientes ainda estão internados, um teve alta e retornou para seu município de residência e um já recebeu alta e está em casa de parentes em Muriaé aguardando o resultado da Funed.

Até o momento, Muriaé contabiliza três casos confirmados de coronavírus: uma mulher de 50 anos e dois homens, de 58 e 60 anos. Casos descartados, ou seja, aqueles que testaram negativo, totalizam 15.

GOVERNO DE MINAS INSTITUI PLANO DE REDUÇÃO DE DESPESAS EM R$ 4.3 BILHÕES ATÉ O FIM DO ANO

RED

Corte não atinge área da Saúde e garante execução de ações de combate ao coronavírus
Diante do cenário de crise provocado pela pandemia, o Governo de Minas Gerais instituiu um plano de redução de gastos para amenizar os impactos financeiros e garantir a atuação do Estado no combate ao coronavírus. O Executivo estadual deixará de gastar R$ 4,3 bilhões até dezembro – o que não atingirá as ações na área da Saúde.

O Plano de Contingenciamento de Gastos do Poder Executivo, publicado no dia 1º de abril de 2020 no Diário Oficial de Minas Gerais, estabelece as diretrizes de redução de despesas para os órgãos e entidades da administração estadual direta, autárquica e fundacional do Poder Executivo, das empresas dependentes e dos fundos estaduais. Entre as medidas, está o corte de gastos com aluguéis, diárias, passagens, contas de água, luz e gastos com almoxarifado.

O secretário de Planejamento e Gestão, Otto Levy, explicou, durante coletiva de imprensa realizada ao vivo por videoconferência nesta quarta-feira (1/4), que o plano busca alternativas para contornar a queda de arrecadação prevista nos cofres do estado durante a pandemia do coronavírus. A previsão é de que o valor possa chegar a R$ 7,5 bilhões.

“A única alternativa que nos resta para poupar recursos para atender as necessidades dessa crise de saúde pública e manter os compromissos com o funcionalismo, é cortar gastos. Nesse sentido, o governador publicou um decreto que contingenciou as despesas do poder Executivo da ordem de 49% de despesas discricionárias, excetuando Saúde”, afirmou o secretário de Planejamento e Gestão.Otto Levy ainda aproveitou para fazer um apelo aos empresários mineiros para ajudar o Estado a enfrentar a pandemia.

“Tendo em vista que o pagamento de impostos do mês de abril se refere à competência de março, quando ainda não havia a crise do Covid-19, queria fazer um apelo para que sejam pagos os impostos referentes ao mês de março. Essa é a maior contribuição que se pode dar nesse momento ao estado de Minas Gerais. Por que é um pagamento de impostos de uma receita que já aconteceu, de uma venda que já aconteceu, de um dinheiro que já entrou no caixa das empresas”, disse.

No plano, também é prevista a suspensão, por até 120 dias, de contratos considerados não essenciais para a execução das políticas públicas. Quando não for possível a suspensão, os contratos terão seus valores reduzidos em 25%, conforme previsto e permitido pela legislação vigente. Ficam de fora da suspensão, além dos contratos relacionados à Saúde, despesas essenciais para a atuação das forças de Segurança Pública.

Cortes

Dentre as diretrizes estabelecidas, estão a suspensão de contratos de serviços considerados não essenciais para as políticas públicas, a vedação de celebração de novos contratos de locação de imóveis e de consultoria técnica, além de gastos com cursos, eventos e atividades semelhantes. As exceções serão avaliadas pelo Comitê de Orçamento e Finanças. As despesas realizadas com recursos de convênios e similares também não estão incluídas.

Foram fixados limites de despesas em diferentes itens, tendo como referência os valores executados em 2019. Os gastos com aluguel, por exemplo, devem se limitar, este ano, a 90% do valor pago ano passado.

As despesas relacionadas à frota estadual foram limitadas a 50% do total executado em 2019 e os gastos com viagens – diárias, passagens áreas, entre outros – a 40%. O consumo de água, energia elétrica, telefonia fixa e demais serviços de utilidade pública, a 80%. Já as despesas com materiais de consumo e itens de almoxarifado também não deverão ultrapassar 50% do gasto no último ano.

Funcionalismo

As medidas também auxiliam no esforço do Estado de minimizar impactos da queda da arrecadação na folha de pagamento do funcionalismo. Também na entrevista desta quarta-feira, Otto Levy afirmou que o “governo está trabalhando para ter um calendário de pagamento dos salários dos servidores o mais rápido possível” e que ele será anunciado em breve.

Arrecadação

O secretário de Estado de Fazenda, Gustavo Barbosa, explicou que os impactos do novo coronavírus atingem não só Minas Gerais, mas o Brasil e a economia mundial. A previsão é de que o Estado deixe de arrecadar R$ 7,5 bilhões em ICMS – mais importante imposto dos entes federativos. Este valor representa 14,12% da previsão de arrecadação do imposto durante todo o ano de 2020.

Barbosa lembrou, ainda, que Minas já enfrentava um processo de deficiência financeira, com um déficit previsto de R$ 13,3 bilhões na Lei Orçamentária Anual, aprovada na Assembleia Legislativa de Minas Gerais. Com isso, o déficit para este ano pode ultrapassar os R$ 20 bilhões.

“O Estado não tem recursos acumulados, todo o dinheiro que arrecada direciona para pagamentos das suas obrigações junto aos servidores, prestando serviços de Saúde, Educação, Segurança, então não há qualquer poupança. Quase 90% do dinheiro que o Estado recebe vem do pagamento de tributos – ICMS, IPVA, entre outros. O governo vem fazendo várias ações, buscando ouvir os empresários em relação às suas demandas, trabalhando para que reverta, ou pelo menos minimize, esta situação. Como o Estado não tem capacidade de fazer qualquer ação direta para despender de recursos, então o que a gente faz é tentar buscar alternativas para atender toda a demanda da sociedade mineira, seja ela empresarial ou pessoa física”, afirmou Gustavo Barbosa.

Barbosa, no entanto, garantiu que está otimista quanto à recuperação de Minas após à pandemia. Segundo ele, o Estado continua atrativo para os investimentos já previstos para este ano e também para novos.

“O Estado de Minas continua sendo rico economicamente, tem toda uma capacidade de absorver os investimentos. Minas continua atrativa sob a ótica de investimento, temos uma população grande, que consome, temos infraestrutura, universidades. O estado continuará atrativo para os investimentos”, finalizou.

Apoio

O secretário-geral, Mateus Simões, também participou da coletiva nesta quarta-feira e destacou o empenho do governo em buscar apoio dos demais poderes e do governo federal na luta contra os impactos na Saúde e socioeconômicos em Minas.

“Os poderes estão sensíveis com a situação. Temos, inclusive, reunião marcada com o governador e com os demais chefes. Há um esforço nacional, e não é diferente em Minas Gerais, de integração dos poderes na busca de uma solução que não é só do Executivo, é do povo de Minas. E os poderes têm se mostrado sensíveis a isto até aqui. Ainda temos uma pauta contínua do governador com o presidente da República e há uma expectativa do Governo de Minas de que a gente consiga avançar ao longo dos próximos dias na direção de algum aporte financeiro nas contas do Estado”, afirmou.

SOBE PARA 6 NÚMEROS DE MORTOS POR CORONAVÍRUS EM MINAS GERAIS

Segundo dados da Secretaria de Saúde do Estado de Minas Gerais, dobraram-se o número de mortos pelo COVID-19.

Até então, só havia 3 casos confirmados, porém, foi relatado que subiu de 3 para 6 o número de mortes confirmadas no Estado de Minas. Mas, não para por aí, constataram-se 370 infectados pelo vírus.

É preocupante, até, porque nem todos estão cumprindo a quarentena. Na cidade de Ubá e Muriaé por exemplo, houve comércios que foram fechados à força pela Polícia Militar por não cumprirem os rudimentos exigidos pelo estado de isolamento social. Há 53 óbitos em investigação, até então, são 39.084 casos suspeitos no estado, e 370 confirmados.

Vale ressaltar que todos os procedimentos para se proteger do vírus devem ser tomados para nossa segurança. O isolamento social é a melhor ferramenta até então para evitar a propagação do vírus. Podemos analisar em nossa região muitas pessoas andando pela rua, inclusive idosos, além de alguns comércios de ramos não permitidos pelo estado com portas abertas ao público. Mas, isso cabe aos órgãos competentes como a Polícia Militar para tomar tais providências. A maioria das Prefeituras de Minas Gerais estão adotando o método de: Disque Denúncias, caso você tenha conhecimento de aglomerações de pessoas, além de comércios abertos não autorizados. O Coronavírus é evidente e muito perigoso, temos que nos prevenir.

 

GOVERNADOR ANUNCIA RECUPERAÇÃO DE CERCA DE MIL RESPIRADORES EM TODO O ESTADO PARA TRATAMENTO DO CORONAVÍRUS

ZEMAPolícia Militar vai recolher aparelhos estragados de clínicas e hospitais para que seja feita a manutenção posterior devolução. Empenhado em minimizar o impacto da crise do novo coronavírus em Minas Gerais, o governador Romeu Zema anunciou nesta quinta-feira (2/4) mais uma importante ação: a requisição de cerca de mil respiradores em todo o estado para o tratamento da doença.

Os aparelhos, atualmente estragados e inutilizados em clínicas particulares, hospitais e estabelecimentos médicos, serão consertados e empregados na luta contra a propagação do Covid-19. Quando a pandemia passar, os equipamentos serão devolvidos aos respectivos proprietários. Aqueles que se dispuserem poderão, ainda, realizar a doação ao governo estadual.

De acordo com a determinação do governador, o recolhimento dos equipamentos com defeito será realizado pela Polícia Militar em diversas regiões do estado. A manutenção será realizada por meio de parcerias, com objetivo de ampliar a quantidade de aparelhos disponíveis em Minas para o tratamento do novo coronavírus.

“Os respiradores estragados irão para conserto. Já temos empresas e engenheiros que se dispuseram a consertá-los. Temos notícia de centenas de aparelhos que estão inutilizados em clínicas particulares, hospitais e poderiam ajudar muito o Estado nesse momento de dificuldades. Após essa pandemia, os respiradores serão devolvidos aos estabelecimentos. Aqueles que não quiserem de volta, podem doar ao Estado. Os respiradores são de extrema importância para os pacientes de coronavírus com dificuldade respiratória”, afirmou o governador.

Zema ressaltou o empenho de todo o governo em encontrar soluções para preparar o estado para a crise.

“Temos tomado muitas medidas para minimizar o impacto dessa pandemia em Minas Gerais. Nossas ações já possibilitaram uma queda de internações pela doença, nos últimos dias. Mesmo assim, continuamos atentos e preocupados com a vida. Quero repetir: passamos por um momento extremamente difícil, mas temos como prioridade a vida dos mineiros”, disse.

O comandante-geral da Polícia Militar, coronel Giovanne Gomes da Silva, reforçou o empenho da instituição para colaborar com as ações de prevenção à doença e destacou que a medida terá grande importância para todos os mineiros.

“É uma operação de guerra. A Polícia Militar vai colocar todo o efetivo necessário para fazer a arrecadação em mais de 1,3 mil pontos em 24 horas, esta é a nossa meta. Não haverá nenhum prejuízo para os proprietários. Na verdade, será um ganho, porque o Estado vai arrecadar o equipamento, fazer a manutenção e depois devolvê-lo em condições de operação após a crise do Covid-19. Mais uma vez a Polícia Militar está indo além da sua missão constitucional para contribuir para o bem estar do cidadão”, garantiu o comandante-geral. Segundo ele, os equipamentos que não puderem ser consertados serão devolvidos posteriormente aos respectivos proprietários.

MOTORISTA EMBRIAGADO SE ENVOLVE EM ACIDENTE E DEIXA MOTOCICLISTA FERIDO NA BARRA EM MURIAÉ

MT RM1Um motociclista ficou ferido na noite desta quarta-feira (01) após ser atingido por um motorista na Rua Marcos Tarcísio, na Barra.

Ele foi socorrido pelos Bombeiros e levado para o Hospital São Paulo com diversos ferimentos pelo corpo com suspeita de fratura no pé esquerdo.

MT RMSegundo informações colhidas no local, o motociclista estava descendo quando colidiu com o carro que cruzou a via para entrar na Rua Eloar Enneo, no momento que foi atingido.

O impacto foi tão forte que o tanque da moto furou e o veículo começou a pegar fogo e precisou ser contido pelos Bombeiros.

De acordo com a Polícia Militar, o motorista confessou que ingeriu bebida alcoólica antes de dirigir. Ele foi conduzido até a Delegacia de Polícia e o carro foi apreendido, sendo levado para um pátio credenciado pelo Detran.

Fonte : Rádio Muriaé