Todos os posts de paulo

ATENÇÃO AMIGÃO E AMIGONA, O BUDU CHEGOU DE BH E A FEIRA LIVRE DO AMIGÃO VAI FAZER A PROMOÇÃO DERRUBA PREÇOS.

SACOLAOO  caminhão do budu, chegou de BH  e  a feira livre do amigão vai fazer a promoção derruba preços, vai ser tudo baratinho baratinho confira as ofertas e não jogue seu dinheiro fora.

Contra Filé  e alcatra 19.99 / Cenoura 1,65 / Batata lavada 1.89 / Abóbora japonesa 1.26 / Batata doce branca 1,65 / Cebola 1.39 / Alho médio 15,75
Limão 1,69 / Repolho branco 0.99 / Repolho roxo 2.10 / Abacate 2,79 / Beterraba 2.69 / Melão 2,49 / Uva sem semente 5,49 / Uva jubili 11.99 / Uva Itália 11,19 / Nectarina 12,19 / Maçã gala 2.99 /

Pernil 10.49 kg / Carne moída 9.99 / Porco serrado 7.99 / Carne de segunda 13.99

Promoção até sábado.  Nosso endereço é na rua do banco do Brasil em Miradouro. Feira livre do amigão da pax José Schittini lugar de comprar barato!

POLÍCIA APREENDE DROGAS EM PIRAPETINGA.

drogas drogas2Na terça-feira (11), a Polícia Civil de Minas Gerais, com apoio da
Polícia Militar, deu cumprimento a um mandado de busca e apreensão, no município de Pirapetinga, na residência de um investigado por envolvimento com o tráfico de drogas na cidade.

Durante a ação, o homem foi preso em flagrante delito pelo crime de tráfico e também foram apreendidos 1.224 pinos cocaína, dois tabletes de pasta base e uma porção grande da mesma droga (pulverizada).

As investigações tiveram início por meio de denúncia anônima. As
diligências foram realizadas por policiais civis da 30ª Delegacia de
Pirapetinga, com o apoio de policiais civis da 3ª Delegacia Regional de
Leopoldina e de policiais militares.

O suspeito foi encaminhado ao sistema prisional.

AÇÃO VOLANTE DA POLÍCIA CIVIL DE MG, PRESTA SERVIÇO EM MUNICÍPIOS ATINGIDOS PELAS CHUVAS.

Acao comissao volante Foto Ithumbnail_DivinoNesta quarta-feira (12),  a ação volante da PCMG  atua no município de Divino, nas dependências da Câmara Municipal.

Amanhã (13), os trabalhos serão realizados em Orizânia, no Centro de
Referência de Assistência Social (CRAS).

Percorrer todo o estado, atendendo os atingidos diretamente pelas fortes chuvas dos últimos dias. Esse é um dos pontos focais do trabalho da Polícia Civil de Minas Gerais (PCMG) neste mês de fevereiro, que, por meio de comissões volantes, fará a emissão de segunda via da carteira de identidade das vítimas que perderam seus documentos em decorrência das chuvas. Com o encaminhamento do órgão sócio-assistencial do município, a emissão do documento é gratuita para o cidadão.

Ao todo, serão 13 cidades atendidas. O serviço, prestado por equipes do Instituto de Identificação da PCMG, teve início em 4 de fevereiro e vai até o dia 20. Da região metropolitana de Belo Horizonte, os municípios são: Ibirité, Sabará, Raposos, Contagem e Igarapé. Já na Zona da Mata, Espera Feliz, Manhuaçu, Manhumirim, Simonésia, Divino, Orizânia, Matipó e Raul Soares.

Para a Delegada Adriana de Barros Monteiro, Diretora do Instituto de Identificação da PCMG, o objetivo é atender as cidades que estão em situação emergencial. “Todas as ações de emissão de carteiras de identidade feitas por comissões volantes do Instituto de Identificação serão realizadas, prioritariamente, nas localidades declaradas em situação de emergência e para as pessoas desalojadas ou desabrigadas em virtude das chuvas”, destacou.

Ela explica que existem cidades que foram atingidas pelas chuvas, mas que não receberam a comissão volante, pois os postos locais suportam a demanda exigida para o município.

Sabará, uma das primeiras cidades a receber o atendimento da comissão volante, tem a expectativa de emissão de 300 identidades nos dois dias de atendimento.

A ação contou com o apoio da Delegacia Regional de Polícia Civil em Sabará. O Delegado Regional Bruno Gonçalves Affonso ressaltou a importância desse atendimento às vítimas. “As pessoas perderam não somente seu patrimônio material, mas também seus documentos, o que dificulta ainda mais voltarem ao mercado de trabalho e também à vida social. A intenção é devolver um pouco de dignidade a essas pessoas”, frisou.

Margarida da Piedade Silva, de 67 anos, é umas das vítimas das chuvas que atingiram o município de Sabará. Ela conta como perdeu os documentos. “A carteira estava sobre a cômoda com todos os meus documentos e a enchente levou tudo. Eu preciso da identidade, pois sou aposentada e como recebo pensão do INSS tenho que fazer a prova de vida esse mês para receber o benefício”, disse Piedade, após o atendimento.

Instituto de Identificação

Criado em 20 de março de 1909, quando ainda era denominado “Gabinete de Identificação e de Estatística Criminal”, o Instituto de Identificação da Polícia Civil de Minas Gerais é um dos mais antigos do país, e o acervo datiloscópico do Instituto é o segundo maior do Brasil, sendo o quinto do mundo.

Atualmente, o Instituto é composto pela Diretoria e pelas Divisões de Identificação, Datiloscopia, Arquivo Criminal e Setarin. Na sua estrutura, conta com 370 postos de Identificação, sendo 31 Unidades de Atendimento Integrado (UAI), distribuídos em 357 municípios.

HOMEM FOGE AO VER VIATURA POLICIAL, MAS É PRESO NO DIA SEGUINTE ACUSADO DE PORTE ILEGAL DE ARMA DE FOGO, PELA PM DE FERVEDOURO..

FB_IMG_15815113487194054Na noite do dia 09/02/2020, perto do Toa toa, um indivíduo de bicicleta viu a Viatura Policial e fugiu para o mato, deixando para trás uma garrucha de 2 canos, calibre 22 e também a bicicleta.

No dia seguinte, os militares de serviço identificaram o autor e efetuaram  a prisão.

Participaram da operação: Tenente Hudson
Sargentos Alexsander e Tornel, Cabo Geraldo.

 

CARANGOLA VOLTA A SOFRER COM AS FORTES CHUVAS.

IMG-20200211-WA0220

Muita chuva e bueiros entopidos faz as ruas se encherem de água.

Segundo um amigo de um grupo de notícias na cidade: ” Mas isso não é o rio que transbordou, vi ele à pouco tempo e ele não estava transbordando, ele estava cheio, mas não tanto.”

O alagamentos seriam provenientes da chuva forte.IMG-20200211-WA0217

A previsão é de mais chuvas:

‼⚠ESTADO DE ALERTA⚠ ‼Defesa CIvil alerta acumulado de chuvas no município de Carangola:

“O nível do rio Carangola está a 1,90 em cota de atenção às 09h45 da manhã dessa terça-feira 11 de fevereiro de 2020 e a previsão é que o acumulado de chuvas nas próximas 72 horas chegue de 60 a 100mm e as condições de tempo são muito favoráveis para ocorrência de um fenômeno meteorológico adverso dentro das próximas 24 horas.

Compartilhe não vamos deixar que ninguém seja pego de surpresa. ATENÇÃO nesse momento é muito importante.” Relata a nota da defesa Civil.

ESTAMOS À DISPOSIÇÃO DA DEFESA CIVIL DE CARANGOLA, 24 HORAS,  PARA NOTÍCIAR NOTÍCIAS DE GRANDE UTILIDADE À POPULAÇÃO CARANGOLENSE, QUE SEMPRE ACESSA O PAULO ROBERTO DA RÁDIO PARA SE INFORMAR.

BURACOS SE ABREM NA 482, ENTRE FERVEDOURO E CARANGOLA, MOTORISTA PRECISA REDUZIR VELOCIDADE E AUMENTAR CAUTELA.

FB_IMG_15814696684036640Estamos divulgando nesta reportagem pra estar  alertando as pessoas que usam a rodovia entre Fervedouro e Carangola,  para que fiquem mais atentas a pontos perigosos, nesta rodovia que por ser cheia de curvas e estreita, sem acostamento já é um perigo só.

Mas com as últimas chuvas,  buracos tem se tornado crateras, que podem causar acidentes sérios.

Conhecimento e atenção são muito importantes. Prevenção é melhor do que noticiar uma tragédia. Motoristas precisam reduzir à velocidade e trafegar com muito mais atenção, principalmente no momento que esta chovendo.

Essa cratera fica na Serra Vaico, depois de Alvorada: FB_IMG_15814693777790134 FB_IMG_15814693624757875 E logo abaixo dessa cratera,  tem uma água que está escorrendo incessantemente no asfalto, dentro de uma curva muito perigosa.

O risco da perca da aderência é muito grande, há mais ou menos de 150 metros,  abaixo dessa cratera.

Outro ponto é  na chegada da comunidade da Borboleta:FB_IMG_15814696717662147

CONDENADO POR FURTO DE GALINHA, DETENTO DO SEMI- ABERTO É ESPANCADO PELOS COLEGAS DE CELA.

rafael giseleRafael Henrique Ramos, 31 anos, foi espancado por colegas de cela no presídio de Manhuaçu. O fato de se deu no inicio da madrugada do domingo, dia 02 de fevereiro.

Rafael foi acusado por um vizinho de furtar galinhas em seu quintal. Na época, ele foi encaminhado à delegacia, ouvido e liberado e o processo correu na justiça. Alheio à toda sua situação com a justiça. Rafael continuou a tocar sua vida, trabalhando como pedreiro em Belo Horizonte.

No final do ano passado, ele foi julgado à revelia, pois não compareceu nas audiências e foi condenado pela pena mínima de um ano de reclusão, iniciando no regime fechado e depois passaria para o semiaberto e domiciliar. “E cumpri 60 dias fechado e há cerca de quatro meses estou no regime semiaberto, onde fui ameaçado pelos outros presos e essas ameaças quase se concretizaram na madrugada daquele domingo. Se não fosse a intervenção dos agentes, eu estaria morto”, disse Rafael.

Quanto à sua pena, Rafael não questiona a decisão. “O juiz agiu certo, eu fui acusado de uma coisa de que eu não cometi e infelizmente por ingenuidade minha, perdi os prazos para me defender e não compareci nas audiências e quando eu soube, já havia um mandado de prisão pra mim, então me apresentei à justiça pra cumpri a minha pena, mas nunca imagina que ali quase que ia sair morto”, relata.

Segundo a esposa de Rafael, Gisele Pinheiro toda essa confusão teve início por causa de amor doentio que o vizinho diz ter por ela e não aceitou a rejeição da mulher. “Esse nosso vizinho sempre me assediou e uma vez tentou me agarrar à força, então eu o denunciei à justiça por tentativa de estupro e desde então, nossa vida virou um inferno, ele disse que se eu não ficasse com ele, não ficaria com ninguém. Foi então que ele acusou meu marido do furto sem que nem aves ele tem na casa dele”, conta Gisele.

Ordem e Ameaças de dentro do Presídio

O casal conta que desde que o marido foi preso, diversas ameaças começaram a chegar através de mensagens texto e áudios no celular. “Essas ameaças eram de que o meu marido não ia sair vivo do presídio, e elas partiram de um preso do regime fechado de dentro da cadeia de Manhuaçu. Na noite do acontecido, quando ele foi se recolher, eu mostrei as ameaças ao agente na portaria e pedi para que ele não fosse colocado na mesma cela dos outros presos. São quase 30 homens na mesma cela e destes quase a metade participou das agressões”, explica Gisele Pinheiro.

Após a intervenção dos agentes de Polícia Penal, Rafael foi encaminhado à UPA de Manhuaçu com diversas lesões e hematomas. “Eu apanhei tanto que cheguei na UPA todo sujo de fezes misturada com sangue, a médica disse que sofri lesões internas por isso esse sangramento, deslocamento de costela e hematomas, inclusive nos olhos, por muito pouco não morri”, relembra Rafael.
A insegurança tomou conta da vida do casal, pois eles não sabem como vão ser as coisas daqui pra frente. “Sabemos que não vai ser fácil pra gente daqui pra frente, mas se não tomarmos alguma medida, vai ser sempre assim, presos sendo espancados a mando de outros presos e famílias reféns do medo, da insegurança e a Justiça tem que fazer alguma coisa. Estamos prestando depoimentos, na delegacia, no Ministério Público, depois que o fato aconteceu estamos fazendo a nossa parte, esperamos que a Justiça faça a dela”, cobra Gisele.

Ao final Rafael desabafa. “Como eu já disse, eu nunca precisei pegar nada dos outros, sempre trabalhei para pessoas conhecidas na sociedade de Manhuaçu, desde os 12 anos que trabalho e aí, uma pessoa com o mal no coração me acusou de uma coisa que eu não fiz, ainda mais roubar galinha, sendo que nós criamos galinhas e aves no nosso terreiro. O meu erro foi não saber me defender como deveria e não ter comparecido frente ao juiz, esse foi o meu erro!”, completa.

O caso está sendo acompanhado por um advogado junto à Vara de Execuções Penais do Fórum Desembargador Alonso Starling e pelo Ministério Público Estadual.

Nota do Presidio de Manhuaçu

Na madrugada do dia 02 de fevereiro de 2020, foi registro pelos policiais Penais do Presidio de Manhuaçu, uma ocorrência de lesão corporal. Após procedimentos de revista foi colocado na cela 20 destinada aos detentos albergados. Que depois de alguns minutos sofreu várias agressões (chutes e socos) de presos da cela. O detento foi socorrido por policiais Penais, que também conduziram a vítima para a Unidade de Pronto Atendimento, para atendimentos médicos.

Após, os Policiais Penais lavraram o REDS da ocorrência e recebido pela administração do Presídio, foi instaurado procedimento administrativo para apurar os fatos ocorridos e autores.

Fonte: Portal Caparaó- repórter Jailton Pereira

PRF RECUPERA CAMINHONETE ROUBA/ CLONADA.

CAMINHOETEEm 11 de fevereiro do ano de 2020, às 16h, durante fiscalização no km 768 da BR 116, município de Leopoldina/MG, foi abordada a caminhonete Fiat/Strada Working CD, com placas aparentes de Barra da Estiva/BA, conduzida J.S.O. , de 29 anos.

Durante os procedimentos de identificação veicular, constatou-se que o veículo apresentava sinais de adulteração no chassi e motor e que ela era, na verdade, uma caminhonete Fiat/Strada Working roubada em Salvador/BA, em 27/09/2014.

O condutor informou que a caminhonete pertencia a um amigo, C.A.C.A, de 60 anos, o qual compareceu ao posto e assumiu a propriedade do veículo. A ocorrência foi encaminhada à Polícia Civil de Leopoldina.