Ouvir no iPhone
/ Ouvir no Android

MULHER VAI AO VELÓRIO DO COMPANHEIRO E É ESPANCADA NA PORTA DO CEMITÉRIO EM CATAGUASES.

cemiterio                                                      Foto: UniSanta

A mulher que foi atingida por golpes de faca na noite de sábado, 18 de janeiro, e cujo companheiro acabou perdendo a vida, foi espancada por várias pessoas na tarde deste domingo, 19, pouco antes das 17 horas. Desta vez em frente ao cemitério municipal São José onde o corpo de seu companheiro, Maycon José Sampaio Dutra, de 26 anos, estava sendo velado.

Segundo informações preliminares da Polícia Militar, os familiares não aceitaram sua presença que culminou nas agressões que também atingiram a irmã dela.

De acordo com informações obtidas com um funcionário do Hospital de Cataguases que não quis se identificar, a mulher de 44 anos, estava internada naquela Santa Casa aguardando para fazer um procedimento cirúrgico previsto para esta segunda-feira, 20. A cirurgia é decorrente da briga ocorrida na noite deste sábado em que seu namorado acabou morto a golpes de faca que também a atingiram. Porém, no começo da tarde ela abandonou o hospital mediante a assinatura de um termo de responsabilidade.

Pouco tempo depois, ela e sua irmã, de 40 anos, chegaram ao Cemitério São José para participarem do velório do seu ex-companheiro. De acordo com a PM, os familiares de Maycon não gostaram desta atitude e se revoltaram com sua presença no local.

Depois de uma discussão a mulher começou a ser agredida por várias pessoas e sua irmã entrou na briga para defendê-la mas acabou apanhando e está com suspeita de fratura em um dos braços. Já a namorada de Maycon sofreu vários ferimentos no rosto e corte em um dos supercílios, mas o diagnóstico de sua situação ainda não é conclusivo, conforme a fonte ouvida no Hospital pela reportagem.

Fonte: Marcelo Lopes.

JOVEM É MORTO A TIROS EM LEOPOLDINA E OUTRO É MORTO A FACADAS EM CATAGUASES NESTE FIM DE SEMANA.

Jovem é morto a tiros no Condomínio Solar em Leopoldina

Um jovem, de 27 anos, foi morto a tiros neste sábado (18) no Condomínio Solar, Bairro Alto da Boa Vista, em Leopoldina. Os disparos foram efetuados por um indivíduo que estava na garupa de uma motocicleta junto com um comparsa.
De acordo com a Polícia Militar (PM), o veículo foi localizado, abandonado, horas depois em um local distante de onde ocorreu o crime. A moto foi apreendida. Até o fechamento desta reportagem, os autores não haviam sido encontrados.
O corpo da vítima foi liberado para a funerária após o trabalho da perícia técnica da Polícia Civil. A motivação do homicídio não foi confirmada e o caso será encaminhado para investigação da Polícia Civil.

Jovem é morto a facadas e mulher fica ferida em briga em Cataguases

Um jovem, de 26 anos, morreu e uma mulher, de 44 anos, ficou ferida durante uma briga na noite deste sábado (18) no Bairro Thomé, em Cataguases. O homem, de 58 anos, que deu as facadas nos dois foi preso em flagrante.

De acordo com a Polícia Militar (PM), a mulher foi até a casa do autor, acompanhada do jovem, para cobrar uma dívida. Ela afirma ter uma filha com o homem, que não reconhece, mas que ainda assim havia se comprometido a lhe dar uma quantia mensal em dinheiro.

Segundo os policiais, quando chegou à casa do homem, a mulher teria lhe chamado de forma insistente e tentado invadir o local. Foi neste momento que o autor abriu a porta e a briga começou, com agressões de todas as partes envolvidas.

Após a confusão, a mulher foi socorrida por uma equipe do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) e levada para o Pronto Socorro do Hospital de Cataguases, onde foi atendida, recebeu curativos e foi liberada.

A perícia técnica da Polícia Civil esteve no local do crime e realizou os trabalhos necessários para o laudo. Em seguida, o corpo do jovem foi liberado para a funerária.

O autor foi preso em flagrante próximo ao quartel da PM e afirmou que ia até o local para se entregar. Ele foi encaminhado para a Delegacia de Polícia Civil para demais providências.

Fonte: g1.

FALECEU NILTON DO NAMIR, DE SÃO FRANCISCO DO GLÓRIA.

NOTA FALECOs familiares de Nilton Laviola Sobrinho cumprem o doloroso dever de comunicar o seu falecimento, e convidam parentes e amigos para o seu sepultamento.
O corpo está sendo velado na Capela Mortuária em São Francisco do Glória, de onde sairá nesta segunda-feira às 16:00 h para o cemitério municipal de São Francisco do Glória.
Noticiamos com pesar o falecimento de Nilton Laviola Sobrinho, mais conhecido por Nilton do Namir.  Informou o Plano Pax José Schittininota da pax

FALECEU JOÃO MORENO, DE VIEIRAS.

NOTA FALECO irmão Fernandão e demais familiares, cumprem o doloroso dever de comunicar o falecimento de João Batista dos Santos e  convidam parentes e amigos para o seu sepultamento.

O corpo está sendo velado na Capela Mortuária de Vieiras, de onde sairá nesta segunda-feira às 9:00 horaa da manhã para o cemitério municipal de Vieiras.
Noticiamos com pesar o falecimento de João Batista dos Santos, mais conhecido por João Moreno. Informou o Plano Pax José Schittini.nota da pax

HOMEM INVADE A CASA DA EX- MULHER EM FERVEDOURO, AGRIDE E TERMINA PRESO.

caso de policiaNa data de 18/01/2020,  a Polícia Militar de Fervedouro atendeu uma ocorrência de Maria da Penha em São Pedro do Glória.

A vítima  disse que há 6 anos vem sofrendo ameaças e perseguição do seu ex marido ( popularmente conhecido por Negão), que na última quinta feira de madrugada invadiu sua casa e tentou enforca-la.

Ontem ele invadiu sua casa de novo e lhe deu um soco e ameaçou de morte. Seu atual companheiro tentou separar e machucou o dedo e foi ameaçado também de morte.

O homem foi preso e levado para a Delegacia de Muriaé. Ao consultar o nome do autor, tinha o sobrenome diferente. Ele falou o nome errado e é do Espírito Santo.

O delegado Ratificou o flagrante, determinando sua prisão.
Participaram da operação o  Sargento Santiago e Cabo Bruno.

LOTE DE CERVEJA CONTAMINADA FOI VENDIDA EM CATAGUASES.

loteNesta sexta-feira, 17 de janeiro, aquele órgão divulgou comunicado atualizando a população sobre a cervejaria Backer, que produz a marca Belorizontina, atualmente proibida de ser comercializada por causa de suspeita de ser a causadora da síndrome nefroneural que já matou quatro pessoas. O texto revela que um dos lotes daquela cerveja estava sendo comercializado em Cataguases antes de surgirem as denúncias de contaminações.

Nesta quinta-feira, 16, Nota Oficial do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (MAPA), informou que subiram para 21 a quantidade de lotes de cerveja contaminados. Dentre estes o lote da cerveja Belorizontina L2 1464 foi comercializado em Cataguases em data anterior ao início das recomendações de retirada destes produtos das prateleiras.

Ou seja, algumas vendas foram realizadas antes de surgirem as denúncias de contaminações. “Isso significa que pessoas podem ter alguma garrafa de cerveja contaminada em casa”, afirma a nota da Vigilância Sanitária Municipal acrescentando o pedido para que os consumidores “verifiquem com cautela” se possuem o produto deste lote em casa.

Conforme este Site noticiou no dia 14 de janeiro a equipe da Vigilância Sanitária de Cataguases fez buscas nos estabelecimentos comerciais que vendem bebidas na cidade e não encontrou nenhum produto da marca à venda. Os estabelecimentos que comercializam a cerveja no município se anteciparam e recolheram por conta própria a mercadoria de suas prateleiras.

Mesmo assim, a Vigilância determinou que estes produtos sejam identificados e segregados nos próprios estabelecimentos até a conclusão das investigações e de um comunicado da Cervejaria Backer sobre a destinação que deverá dar à eles.

nota da Vigilância Sanitária de Cataguases ainda ressalta que os comerciantes “estão cientes de que todos os produtos da empresa Backer não devem permanecer na área de vendas de seus comércios, caso contrário, serão responsabilizados por transgredir normas legais e regulamentos destinados à proteção da saúde.”

A nota também informa que “até a presente data foram visitados 48 estabelecimentos e o trabalho continua em andamento, entretanto neste momento, o mais importante é todos estarem cientes de que nenhum produto da Cervejaria Backer deverá ser consumido.

A medida é para preservar a saúde dos consumidores”, finaliza o texto.
A Vigilância Sanitária continua disponível para o recebimento de produtos desses lotes acima identificados caso algum consumidor os tenham em suas residências. A orientação é de que o descarte das cervejas não seja feito como lixo comum.

Em caso de dúvidas o consumidor deve entrar em contato com o Setor para maiores esclarecimentos. Telefones disponíveis 3429-2600 e 3422-3589. A equipe que atuou nesta ação é composta pelos fiscais Mariana Rodrigues, Lucélia Simão, Eliane Borges, Carolina Lopes, Lívia Machado, Esttela Bianchi e Weslei Andrade.
Os lotes das cervejas proibidos de serem comercializados são:
lote2● Backer D2 L1 2007;
● Backer Pilsen L1 1549;
● Backer Pilsen L1 1565;
● Belorizontina L2 1197;
● Belorizontina L2 1348;
● Belorizontina L2 1354;
● Belorizontina L2 1455;
● Belorizontina L2 1464;
● Belorizontina L2 1474;
● Belorizontina L2 1487;
● Belorizontina L2 1546;
● Belorizontina L2 1557;
● Belorizontina L2 1593;
● Belorizontina L2 1604;
● Brown 1316;
● Capitão Senra L2 1571;
● Capitão Senra L2 1609;
● Capixaba L2 1348;
● Fargo 46 L1 4000;
● Pele Vermelha L1 1345;
● Pele Vermelha L1 1448;
Fonte e fotos: Vigilância Sanitária de Cataguases

JUIOZ MANDA INDENIZAR DONO DE CÃO QUE MORREU ATROPELADO EM IBATIBA.

Um morador de Ibatiba, no Espírito Santo, cujo cachorro morreu após ser atropelado por um motorista que era menor de idade deve receber mais de R$ 6 mil em indenizações. A quantia deverá ser paga pelo jovem que dirigia o carro e o pai dele, dono do veículo. A decisão é da Vara Única de Ibatiba.

De acordo com o dono do animal, o seu cachorro, que era da raça spitz alemão (conhecido como lulu da pomerânia), foi atropelado pelo rapaz, que além de ser menor de idade e não possuir Carteira Nacional de Habilitação (CNH), ainda trafegava em velocidade incompatível com a via. Por isso, o autor da ação requeria que o jovem e o seu pai fossem condenados a indenizá-lo a título de danos morais e materiais.

Em análise da documentação anexada aos autos, o juiz verificou que o autor apresentou fotos do cachorro vivo e após o atropelamento, bem como o contrato de compra e venda do animal, além do cartão de vacinas, notas fiscais do petshop e boletim de ocorrência.

O magistrado ainda observou que os requeridos não apresentaram contestação durante o prazo que lhes era devido, razão pela qual foi gerada a presunção de veracidade dos fatos.

“Verifico que pelos depoimentos prestados em audiência, evidente ficou demonstrado que era o [requerido] quem conduzia o veículo que atropelou o animal. Tais pontos são verificados pelos depoimentos prestados, sobretudo quando verificamos que as testemunhas são uníssonas em confirmar tal situação”, afirmou o magistrado.

TESTEMUNHAS

Em continuação, o juiz destacou os depoimentos das testemunhas, que além de confirmarem os fatos narrados pelo autor, também relatavam que os réus não teriam parado o carro após atropelarem o animal. O magistrado ainda pôde confirmar, por meio da CNH do réu, que na época do acidente, ele tinha 17 anos.

“Os elementos apresentados nos autos, no mais, confirmam que a responsabilidade pelo acidente deve recair sobre os requeridos, uma vez que o primeiro é pai e proprietário do veículo, enquanto que o segundo, foi o autor do atropelamento. Menciono que em casos semelhantes, que tratam de morte de animais de estimação, a jurisprudência tem entendido como plenamente cabível o ressarcimento de danos morais e materiais ao proprietário”, defendeu.

O magistrado entendeu que o ocorrido configura dano moral. O juiz verificou, ainda, que o autor comprovou devidamente os gastos realizados com a compra do animal e com os demais produtos gastos para o seu bem-estar. Assim, ele condenou os réus ao pagamento de R$ 2 mil em indenização por danos morais e R$ 4.102,23 em reparação por danos materiais.

Fonte: Dia a dia ES

 

FALECEU JESUS GERÔNIMO, PAI DO NENECO, DE VIEIRAS.

faleceuOs familiares de Jesus José Pereira cumprem o doloroso dever de comunicar o seu falecimento.
E convidam parentes e amigos para o seu sepultamento.
O corpo está sendo velado em sua residência, situada a Rua Lilia Moreira, número 12, de onde sairá neste domingo às 10:00 horas da manhã para o cemitério municipal de Vieiras.

Noticiamos com pesar o falecimento de Jesus José Pereira, mais conhecido por Jesus Gerônimo pai do falecido Neneco e avô do Alexandro.  Informou o Plano Pax José Schitini.nota da pax

CARRETA COM SUPER PEÇA QUE VAI PARA A ALEMANHA , SEGUE VIAGEM PELA BR 116, DEPOIS DE “2 DIAS ENCALHADA” EM FERVEDOURO.

peça grandiosaO Sr André,  motorista de uma carreta Volvo, concedeu entrevista ao Paulo Roberto da Rádio, por volta das 10:20 da manhã deste sábado, na cidade de Fervedouro, onde falou sobre o transporte de uma super peça arredondada, que estava “encalhada” em Fervedouro.

Ele  relatou que saiu da cidade de Timótio em Minas,  com destino ao porto do Caju, com destino à Alemanha,

Ele disse que a viagem seguiu bem de Timótio à São João do Manhuaçu, sendo que em todo o trajeto, devido ao tamanho da peça, a carreta é escoltada pela Polícia Rodoviária Federal.

” A Polícia Rodoviária Federal, me pegou em São João do Manhuaçu e me deixou aqui em Fervedouro, já estou aqui a praticamente 2 dias. A minha peça era pra embarcar segunda-feira e não vai dar tempo, vamos perder o navio. Eles (PRF) alegam que uma peça redonda tem que emborrachar ela todinha, não tem como emborrachar, eles mesmos me puxaram  metade do trecho deles com a peça  sem emborrachar,  agora aqui, estão me dando castigo, eu não sei porque. Alegam chuva, eu não tô vendo chuva, e porque eu não sei. “Afirmou o carreteiro, que questionado sobre a utilidade da peça na Alemanha, ele afirmou desconhecer, apenas que as laterais da mesma são revestido de concreto por dentro.

Por volta das 15:40,  no momento que estamos publicando esta matéria, entramos em contato com a PRF, através do Policial Marcelo, ele relatou à nossa redação, que a passagem da carreta foi liberada, já que a chuva deu uma trégua,  sendo que os PRFs de Muriaé escoltaram  a carreta de Fervedouro até a Laranjal,  onde os Policiais da PRF de leopoldina assumiram o acompanhamento da carreta.

o PRF de Muriaé afirmou também que este tipo de carga excedente, por motivos de segurança dos usuários da via, em tempos de chuva ele não deve se locomover na rodovia.peça grandiosa8 peça grandiosa2 peça grandiosa3 peça grandiosa4 peça grandiosa5 peça grandiosa6 peça grandiosa7