EM EUGENÓPOLIS: POLÍCIA CIVIL PRENDE ACUSADO DE HOMICÍDIO

presos eugenopolis

Na noite do dia 01 de janeiro de 2013, o trabalhador rural, líder comunitário e ex secretário de agricultura de Eugenópolis, Jales Cabral. Monção, foi covardemente assassinado na presença de sua esposa e filhos, no projeto de assentamento do INCRA, localidade denominada Boa Esperança, zona rural de Eugenópolis, e a polícia tinha como suspeitos Ildo Cabral e seu filho Graziel Cabral.

Ambos foram presos no dia 10 de janeiro de 2013, e ,posteriormente, uma decisão de primeiro grau impronunciou Graziel Cabral e mandou Ildo Cabral a júri popular. Ele foi condenado a mais de 19 anos de prisão e Graziel foi posto em liberdade. Recentemente, o TJMG reformou a referida decisão de primeiro grau e pronunciou o acusado Graziel Cabral, determinando sua prisão, que foi cumprida na manhã desta quarta-feira (12), por uma equipe de investigadores de Polícia Civil de Eugenópolis.

Colaboração interligado online

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *