Ouvir no iPhone
/ Ouvir no Android

EM MANHUAÇU: OLHA O GOLPE!!! EMPRESÁRIO FOI VÍTIMA.

FAROLUm comerciante de 37 anos foi vítima de um estelionato que chama a atenção e serve de alerta. O estelionato aconteceu na tarde da segunda-feira, 29/06, na Rua Júlio Bueno e o prejuízo foi de 5 mil reais.
Segundo a vítima, no momento em que tirava um extrato no Banco do Brasil, em nome da empresa, em seu computador, não conseguiu acessar a conta, posteriormente recebeu uma mensagem via telefone do Banco do Brasil informando agendamento de um convênio na conta da empresa no valor de R$ 3.943,54, para pagamento de IPVA no estado do Paraná.
Ainda conforme a vítima, em seguida, a tela de seu computador ficou escura. Ao fazer contato telefônico com o gerente de seu banco em Santa Margarida, foi informada da transferência de R$ 5.000,00 de sua conta. O caso está sendo investigado pela polícia e pelo banco.

EM CARANGOLA: CIDADÃO PROCURA POR FAMILIARES NA REGIÃO.

CIDADAO PROCURAO cidadão dessa foto está em um abrigo no Rio de Janeiro e precisa encontrar seus familiares que supostamente são de Carangola.

Entenda o caso:
– Segundo informações recebidas, de Assistentes de uma Casa de Abrigo no Rio de Janeiro, esse cidadão repassa informações que se chama Jorge da Conceição, que seria de Santa Luzia do Carangola e mora na Rua Canavieiras no Centro. Tem irmãos: Gilberto Alexandre Conceição, Paulo da Conceição e esposa Ângela Ferreira da Conceição.
Quando perguntaram a ele onde fica Carangola ele diz que é perto de Espera Feliz e mora no Centro. Trabalhou em uma Fazenda de um tal Sr Manoel por aqui. Ele está confuso. Pois foi trabalhar lá, não se sabe há quanto tempo, tendo passado por situações de semi escravidão segundo informações. Foi agredido e teve os seus documentos queimados. Levou uma pancada na cabeça que o deixou atordoado, com corte profundo, um trauma e sem consciência plena.
As informações são desencontradas. No entanto quem por um acaso souber de alguma informação entrem em contato conosco que repassaremos a informação para tentarmos ajudá-lo com retorno para sua casa:
(32)8450-1121(zap) (32)9992-7731- Colaboração: www.jornalocampeao.lmdsistemas.com

EM MARTINS SOARES: CARRETA DE CERVEJA ROUBADA É ENCONTRADA, MAS SEM A CARGA.

Carreta Posto Martins Soares (6)Uma carreta carregada com cerveja foi roubada na BR-262, no trecho de Santa Margarida a Santo Amaro de Minas, por volta de 19 horas de sábado, 27/06. O veículo foi encontrado abandonado em Martins Soares, no posto de combustíveis na divisa com Pequiá (ES). A carga foi roubada.
O roubo foi registrado na madrugada de sábado para domingo. O frentista do posto de combustíveis na entrada de Santo Amaro de Minas informou que um motorista da empresa Farid chegou ao local pedindo ajuda e relatando que foi roubado.
Quando conduzia a carreta no local conhecido como reta da saibreira, km 63 da BR-262, quatro indivíduos armados determinaram que ele parasse a carreta Volvo com carroceria com logomarca da Brahma, que estava carregada com cerveja.
O caminhoneiro foi levado para uma mata e mantido refém até 3 horas da madrugada de domingo. Ele foi libertado na estrada e conseguiu chegar ao posto para acionar a Polícia Militar.
Nesta terça-feira, a carreta foi localizada no Posto Combustível Anacleto, em Martins Soares – na divisa do estado de Minas Gerais com o Espírito Santo.
Pessoal do posto acionou a polícia dizendo que a carreta estaria no local há alguns dias e não aparecia motorista. Quando a PM verificou a placa, confirmou que era o veículo roubado.
Segundo os policiais militares, Cabo Marçal e Soldado Tiago o cavalo mecânico estava sem as placas e a carreta foi estacionada na segunda-feira, por volta de 23:40. Informações: portalcaparaocom.br

EM PONTE NOVA: ” MATEI PORQUE EU FINGI PARA MEU MARIDO QUE EU ESTAVA GRÁVIDA, E EU TINHA QUE APARECER COM UMA CRIANÇA, SENÃO PUDIA PERDER-LO.”

CRUELDADE01A Polícia Civil terminou no fim da tarde desta quarta-feira a reconstituição do crime bárbaro contra Patrícia Xavier da Silva, 21 anos, em Ponte Nova. A vítima estava grávida de nove meses e teve o filho retirado por Gilmária Silva Patrocínio, que confessou o assassinato.

Em sua versão, disse que atraiu Patrícia para a zona rural da cidade alegando que iria lhe dar de presente alguns materiais para a criança, como um berço. E lá, cometeu o homicídio. A mulher informou que cometeu o crime porque havia inventado uma gravidez para o marido e tinha medo de perdê-lo se não aparecesse com a criança. O homem e um andarilho detidos nesta manhã ainda serão investigados.
Gilmária teve a prisão preventiva decretada depois de entrar várias vezes em contradição durante o depoimento prestado nesta manhã na delegacia da cidade. Por volta das 15h30, a mulher, que acabou confessando o assassinato, foi levada até o Bairro Vale Verde, próximo a Fazenda Estiva, na zona rural da cidade, para fazer a reconstituição do crime.
De acordo com o delegado de homicídios, Silvério Rocha, responsável pelo caso, Gilmária esperou o fim da consulta de Patrícia no Hospital Nossa Senhora das Dores e a atraiu até o Bairro Vale Verde. Na versão da mulher, ela prometeu dar de presente para a vítima alguns objetos para a criança. “A mulher alegou que já conhecia a vítima e inventou uma história que tinha umas roupas de criança e um berço para doar e atraiu a mulher. Chegando no local, inventou uma nova história e se armou com um pedaço de madeira de uma cama desmontada que estava no local. Fez a vítima como refém, usou a bolsa para amarrá-la e fez ela subir até o meio do matagal. Lá, a atingiu com um golpe de madeira”, comenta o delegado.

Patrícia desmaiou com o golpe. Para esconder a vítima, Gilmária usou uma caixa d’água vazia. “Depois disso, ela desceu até uma construção, pegou uma fita crepe, uma lâmina e voltou até o local. Disse que pegou o pedaço de madeira e um golpe no pescoço da vítima que até causou a hemorragia. Em seguida, a amarrou com a fita crepe e a amordaçou. Com a lâmina, fez incisão na barriga e no útero e pegou a criança”, explicou Rocha.
Gilmária se mostrou uma mulher fria depois do crime. Segundo o delegado, a mulher pegou a criança ainda com a placenta e enrolou em alguns panos. Em seguida, colocou dentro de uma caixa e foi caminhando até a cidadde. Lá, pegou um táxi e foi para casa. No imóvel, acionou o Corpo de Bombeiros dizendo que tinha feito o próprio parto em casa. Por causa disso, foi encaminhada para o Hospital Nossa Senhora das Dores junto com a placenta e o bebê de Patrícia. “Gilmária veio para o hospital conduzida pelos bombeiros alegando que localtinha feito o parto em casa. Ela foi atendida e recebeu alta. Ontem, a tarde internou novamente com a criança dizendo que estava acometida com algum mal, me parece pressão”, explica Cristian Passi, administrador do Hospital.

A Polícia Civil conseguiu informações sobre a mulher e fez a prisão dela na manhã desta quarta-feira na unidade de saúde. “O delegado veio e retirou ela e o marido da unidade de saúde. A criança, que está sadia, graças a Deus, foi levada para o Conselho Tutelar de Ponte Nova”, afirma Cristian. O administrador diz que o hospital está colaborando com as investigações. “ O hospital sempre auxiliou e está à disposição da polícia para desvendar este crime. Já entregamos as imagens do circuito interno”, confirmou.CRUELDADE02 CRUELDADE03 CRUELDADE04

CRUELDADE05Fonte: http://www.em.com.br/
Fotos: Leandro Couri

EM MINAS: LIGMINAS AJUDA DEPENDENTES QUÍMICOS.

LIGMINASO serviço dispõe de dois níveis de atendimento, o especializado e o avançado. No primeiro, a pessoa recebe informações do atendente capacitado identificar as demandas, e se necessário, encaminhá-lo para um psicólogo. Nesta fase o profissional presta o atendimento por telefone orientando o tratamento adequado para cada situação e pode ainda indicar uma entidade terapêutica mais próxima do dependente químico.O LigMinas desde sua criação já atendeu mais de 47mil pessoas. O Serviço é formado por 12 profissionais, sendo oito atendentes e quatro psicólogos, em dois turnos, manhã e tarde. A equipe esclarece dúvidas e direcionam os usuários para o atendimento ambulatorial, internações em comunidades terapêuticas ou grupos de terapia familiar.

Perfil do usuário: A Subsecretaria de Políticas Sobre Drogas (Supod), da Secretaria de Estado de Defesa Social, divulgou um estudo, em 2014, por meio do Centro de Referência Estadual em Álcool e outras Drogas (Cread), para nortear as políticas publicas de combate às drogas em Minas Gerais. O Cread traçou o perfil dos 1.976 pacientes registrados. Destes, 45% procuram ajuda sozinhos. Outros 38% foram levadas por familiares. Quase a metade, 49%, nunca tinha feito tratamento para combater o vício.

Serviço: O atendimento do LigMinas funciona das 7h as 19h, de segunda a sábado, no número 155, na opção 1, para todos 853 municípios de Minas Gerais. A ligação pode ser feita via celular, telefone fixo e orelhão e, além disso, é gratuita.

CONCURSO PÚBLICO: INSCRIÇÕES EM ASTOLFO DUTRA COMEÇAM DIA 13 DE JULHO.

concurso-publico-municipalA Prefeitura de Astolfo Dutra recebe, a partir das 14 horas do dia 13 de julho, as inscrições do concurso público que vai preencher 219 vagas em cargos de todos os níveis de escolaridade. Os salários propostos estão entre R$ 788 e R$ 9.500 para jornadas de trabalho de 12 a 40 horas semanais.

Quem não completou o ensino fundamental pode se inscrever para auxiliar de serviços gerais, com 15 vagas, cabuqueiro (1), coveiro (1), eletricista (1), eletricista de automóvel (1), lanterneiro (1), lavador de veículos (1), mecânico (1), motorista I (1), motorista II (28), operador de máquina (2), operador de máquina II (1), pedreiro I (1), pedreiro II (6), servente de esgoto (2), servente de pedreiro (9), servente escolar (22) e vigia (5). Aqueles que concluíram esse nível optam pela função de auxiliar administrativo I, que têm disponíveis 5 vagas.

Para que tem nível médio de escolaridade pode concorrer aos cargos de agente comunitário de saúde (25), agente de combate às endemias (9), auxiliar administrativo da vigilância em saúde (3), auxiliar administrativo II (7), auxiliar de secretaria escolar (2), auxiliar de secretaria de creche (1), monitor de creche (13), professor de pré-escola (5), professor de 1ª a 4ª série (4), técnico em enfermagem (8), técnico em farmácia (2) e técnico em saúde bucal (5).

Profissionais com formação superior escolhem entre as carreiras de assistente social (2), cirurgião dentista (4), enfermeiro (5), farmacêutico (2), fisioterapeuta (1), fonoaudiólogo (2), médico ginecologista/obstetra (1), médico pediatra (1), médico ESF (2), nutricionista escolar (1), psicólogo (2), professor de educação física (3) e supervisor pedagógico (5).

Inscrições no concurso podem ser feitas até o dia 13 de agosto pelo endereço eletrônico do Instituto de Desenvolvimento Educacional, Cultura e Assistencial Nacional – Idecan (www.idecan.org.br), organizador do processo seletivo. Os valores das taxas de inscrição estão entre R$ 30 e R$ 75, de acordo com o cargo desejado.

Etapas do concurso
O concurso da Prefeitura de Astolfo Dutra envolverá provas escritas objetivas de múltipla escolha para todos os cargos; provas práticas para auxiliar de serviços gerais, eletricista, eletricista de automóvel, mecânico, motorista, operador de máquina e pedreiro; avaliação de títulos para os cargos de nível superior e de professor; e comprovação de requisitos e exames médicos.

As avaliações escritas objetivas serão realizadas no dia 20 de setembro, com duração de três horas, nos horários das 8h30 e das 14h, em locais a serem informados a partir de 14 de setembro no site das inscrições. As informações são do site JC Concursos.

 

EM CATAGUASES: DEZ GAROTOS FARÃO TESTES NO FLUMINENSE DO RIO.

 

TESTE FLUGraças ao trabalho do Profute Social Clube, dez meninos de Cataguases terão a oportunidade de realizar testes nas divisões de base do Fluminense Futebol Clube, nas categorias sub 11, sub 13 e sub 15. Eles conseguiram a chance no sábado, 27 de junho, quando participaram de jogos promovidos no Estádio Rodrigo Lanna (Campo do Flamenguinho) onde compareceu o observador daquele grande clube brasileiro, Pedro Henrique, que avaliou mais de oitentas candidatos da cidade e região.

Conforme destacam Léo Maciel e Daniel Café, coordenadores do Profute, agora, nos próximos dias, os jogadores selecionados na “peneira” em Cataguases serão chamados ao centro de treinamentos, em Xerém, para treinar junto com o time do Fluminense durante uma ou duas semanas, período em que serão reavaliados. “Assim permanecerão no grupo ou retornarão para casa, de acordo com o desempenho que demonstrarem em campo”, acrescentaram os coordenadores do Profute.

Léo frisou a importância da parceria de Felipe Fortuna para que o contato entre o projeto cataguasense e o Fluminense fosse estabelecido, e disse que se sente muito feliz pela pré-aprovação dos dez jogadores de Cataguases. Sobre o Profute, Maciel ressaltou que é um trabalho desenvolvido exatamente para lapidar potenciais talentos, dando a eles a oportunidade de se revelarem no futebol.

“Em Cataguases, não tinha oportunidade para meninos carentes jogar futebol. Por isso, criamos esse projeto há três meses e conseguimos apoio do Cesinha Samor que cedeu o Campo do Flamenguinho. Então eu e o Daniel iniciamos os treinamentos e já estamos colhendo bons resultados, como é o caso do Gabriel Barbosa, que já está treinando na equipe do Fluminense. Agora conseguimos a chance para mais dez garotos de Cataguases e estamos na expectativa de novas aprovações”, destacou Léo.

De acordo com Daniel, o Profute é mantido com recursos próprios dos dois coordenadores e conta apenas com o apoio do colaborador Bruno Gonçalves, da empresa H2O distribuidora de Bebidas. Nesse sentido, ele destacou que “é bem vinda qualquer ajuda de pessoa ou empresa que acredita em nosso trabalho e deseja apoiar o projeto cujos treinamentos ocorrem todas as terças e quintas-feiras”. Veja, a seguir, o nome dos meninos de Cataguases que, em breve, deverão realizar testes nas divisões de base do Fluminense.

EM CATAGUASES: DELEGADO CONFIRMA PRISÃO DE 3 POLICIAIS CIVIS DEPOIS DE ACUSAÇÃO DE FAZENDEIRO.

 

delegado catgO delegado titular de Polícia Civil de Cataguases, Gutemberg de Souza Filho concedeu entrevista exclusiva na manhã desta quarta-feira, 1º de julho, ao Site do Marcelo Lopes, para falar sobre a prisão de três policiais civis lotados em sua delegacia. Ele lamentou o fato, disse ter ficado “surpreso” ao saber da denúncia e acrescentou que a medida (prisão preventiva) tem como objetivo “resguardar a verdade dos fatos”.

Os três policiais civis de Cataguases – Leonel, João Paulo e Juliano – foram denunciados pelo fazendeiro de Leopoldina, Ormeu Rodrigues Barbosa, de terem exigido dele a quantia de R$ 30 mil reais para livrá-lo da suposta acusação de desmatamento e porte ilegal de arma de fogo conforme matéria publicada aqui.

Os três policiais se entregaram espontâneamente à equipe da Corregedoria da Polícia Civil no começo da noite dessa terça-feira (30), conforme informou Gutemberg e foram levados para a Casa do Policial, em Belo Horizonte, onde estão detidos à disposição da justiça, acrescentou aquele delegado lembrando que o caso está sob a responsabilidade da Delegacia Regional de Leopoldina “visto que os fatos aconteceram naquela jurisdição”, explicou.

Gutemberg disse ainda que “o fato, se comprovado é grave. A Polícia Civil tem todo o interesse em esclarecer isso, até porque mancha a nossa instituição. Eu na condição de delegado titular de Cataguases, bem como todos os policiais daqui de Cataguases, ficamos surpresos com os fatos. Agora, temos que aguardar também o desfecho desse caso porque não podemos fazer julgamento prévio. Eles vão ter todo o direito de defesa e uma vez provada as responsabilidades eles serão punidos de acordo com a lei onde poderão ser até demitidos ou inocentados”, contou o delegado.
Com informações do  www.marcelolopes.jor.br

EM PONTE NOVA: MULHER CONFESSOU ASSASSINATO DE MULHER GRÁVIDA.

GRAVIDA CORPOEstá com prisão temporária decretada a mulher que acaba de confessar à Polícia Civil que teria matado a grávida Patrícia Xavier da Silva, aproveitando para roubar o bebê ainda na barriga da vítima. Após ter derrubadas pela equipe de investigadores suas diferentes versões apresentadas para o caso, Gilmária Silva Patrocínio decidiu confessar o crime.

Às 15h30, o delegado de Homicídios, Silvério Rocha, acompanhado pela delegada regional de Ponte Nova, Iara Gomes, vai ao Bairro Vale Verde, sentido Fazenda da Estiva, na Zona Rural de Ponte Nova, endereço onde o corpo de Patrícia foi encontrado, para que Gilmária conte o passo a passo da última versão relatada por ela à Polícia.

No mesmo local, juntamente com a delegada Débora Meneguite, que também participa da investigação, a delegada regional e o delegado de Homicídios atenderão a imprensa para falar sobre o que foi apurado até o momento e antecipar os próximos passos da investigação. Militares disseram que próximo ao local onde o corpo foi encontrado havia um colchão, restos de alimentos e garrafas de água, levantando a suspeita de que ela ficou mantida em cativeiro desde o seu desaparecimento.

GRAVIDA ASSASS

Com informações do central da mídia.

EM VIEIRAS: FÓRUM REGIONAL DE EDUCAÇÃO AMBIENTAL.

VIERAS AÉREAEm continuidade à realização dos Fóruns Regionais de Educação Ambiental (ForEAs), a Comissão Interinstitucional de Educação Ambiental da Zona da Mata – CIEA MG – ZM, irá realizar o décimo sexto ForEA no município de Vieiras. O tema central é “Brigadeiro/Caparaó: Eixo Regional de Conectividade Socioambiental”. O evento será nos dias 2 e 3 de julho.

O objetivo do Fórum é promover o envolvimento da sociedade por meio da educação ambiental, na busca de resultados, a partir do planejamento e efetivação de ações sobre temas relacionados aos problemas ambientais locais. Os temas são amplamente discutidos durante o evento, quando são destacas as suas potencialidades.

A programação do Fórum, coordenado pelo Escritório Regional do Instituto Estadual de Florestas da Zona Mata (IEF ZM), que fica em Ubá, prevê encontros com gestores municipais, palestras, oficinas, teatro e uma Feira de Municípios parceiros. São esperados 300 participantes dos 11 municípios desta regional da CIEA ZM.

O público é formado por gestores ambientais municipais, representantes do poder público, sociedade civil organizada e empresas, sendo que as vagas são destinadas da seguinte forma: 70% para o setor formal de educação e 30% aos demais participantes.

Ainda este ano estão confirmados ForEAs em Matipó, Olaria e Juiz de Fora. Serviço: Fórum de Educação Ambiental – ForEA de Vieiras Data: 2 e 3 de julho de 2015- Local: Escola Municipal José Soares de Souza Filho. Informações: (32) 3755-1069